quarta-feira, novembro 08, 2006

"Seu pai é sócio da Light?"

Quando eu era criança, sempre que esquecia uma lâmpada acesa ou quando demorava muito no banheiro vinha a frase: "Tá achando que seu pai é sócio da Light?".

Eu sempre perguntava para minha mãe por que ela falava isso se o nome da empresa de luz era Eletropaulo e ela sempre respondia que há muito tempo atrás era Light.

Passados muitos anos, o antigo prédio da Light virou um shopping center, bem no centro de São Paulo, na entrada do Viaduto do Chá: o Shopping Light.

Ah, e o meu pai não era sócio da Light... nem do shopping!!!

*****

Ficha Técnica:
Shopping Light - Tirada da escadaria do Teatro Municipal
2006/09/19
Sony DSC-F828 - f/3,2- 1/1,6 - ISO-64

5 comentários:

Elisa disse...

Nossa, é verdade, eu também já ouvi essa frase algumas vezes por demorar muito no banho rsrs, até hoje ouço as vezes, por mais incrível que pareça rs!
Tá muito linda essa foto e me é extremamente familiar, todos os dias passo pelo shopping light rs!
Adoro suas fotos, além de ser de Sampa que eu sou muito apaixonada, são em preto e branco que sou mais apaixonada ainda, pra mim fotos em preto e branco são top!

beijo

conselio disse...

Comigo foi a mesma coisa, só mudou a companhia. Seu pai é sócio da CPFL? As pessoas apenas mudam de endereço e de época, são as mesmas quase sempre. Parabéns José Luís!

Anônimo disse...

A companhia canadense The São Paulo Tramway Light and Power Co. Ltda. – a Light – recebeu concessão por 40 anos para a construção e utilização de linhas de bondes elétricos, geração e fornecimento de energia elétrica, e prestação do serviço de iluminação pública nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Santos. Para tanto, construiu a primeira usina hidrelétrica, a Usina de Parnaíba. Em 1907, a Companhia fez a barragem do Rio Guarapiranga, afluente do Rio Pinheiros, formando uma represa. A iluminação elétrica deu um grande impulso à industrialização. Quando a luz elétrica chegou ao bairro do Brás, na década de 1930, os moradores da Rua Caetano Pinto comemoraram: “colocaram mesas na rua, a enfeitaram com flores, dançaram e comeram até a madrugada”. A primeira linha de bondes elétricos foi entre o Largo de São Bento e o bairro da Barra Funda, inaugurada em 1900. Depois, outras linhas foram inauguradas: Bom Retiro, Consolação, Vila Buarque, Higienópolis, Avenida Paulista, Avenida Angélica, Brás, Augusta e Penha. A Light, entretanto, sempre definiu as regiões que deveriam ser beneficiadas e as que deveriam ser desprovidas de infra-estrutura. Com isso, estabeleceram-se padrões muito desiguais de urbanização.

Malú Auler disse...

Ótimo lembança, essa frase que soava como "bronca", rs

Renata disse...

Meu pai não era sócio da Light, mas trabalhava lá, rs... Mesmo assim eu ouvia essa frase também!
Parabéns por suas fotos, são lindas!!
Engraçado, hoje mesmo eu comecei um blog com uma proposta semelhante à sua, e depois achei o seu blog em uma comunidade do orkut. Eu também sou apaixonada por fotografia e por SP, e olhar as suas fotos me deu mais inspiração para levar o meu blog adiante...
Se quiser dar uma olhadinha, passa lá também, mas como comecei hoje só tem uma foto ainda...
http://fotosdesaopaulo.wordpress.com

Um abraço! =)